1.5.09

Nálu Nogueira


Partilha

Fica com a cama.
Nela estão todos os meus perfumes
e também os meus melhores sorrisos.
(sob o travesseiro do lado direito talvez
ainda o som daquela gargalhada).
Fica com o lençóis das nossas madrugadas
os cartões de crédito e todos os poemas.
O cobertor azul eu deixo porque inda é inverno
(e eu estava acostumada a te aquecer).

As fotos também eu cedo, não as quero. Não
refletem os medos que tive, são apenas momentos
(congelados feito os projetos que adiamos)
As chaves do apartamento deixo sob o
tapete. O amor e os sonhos eu levo
junto com o meu olhar encantado.

A dor está na caixa pesada que ficou
no banheiro. Não se preocupe, é minha
prometo vir buscar no feriado
(eu levaria hoje, se pudesse
mas no carro não cabia o mundo inteiro).



Comentários:1

Blogger samuca santos said...

que tapa, marcinha!?
"O amor e os sonhos eu levo
junto com o meu olhar encantado."
a estrofe final, então, chega a doer...
belo poema, belo blog, bela poeta blogueira...
parabéns!

10:59 AM  

Postar um comentário

<< Home