18.9.08

Vasco Gato


Por inteiro

e na palma da tua mão
busco ternura
sem contar meses,
anos, dias,
sem saber dizer
se já te chorei
por inteiro
o suficiente
para não voltar
a perder-te.

Comentários:1

Blogger Matilde said...

Obrigada pelo trazer do poema. É muito bonito. E é tão difícil encontrar Vasco Gato...

6:10 PM  

Postar um comentário

<< Home